Pular para o conteúdo

O poder do marketing de indicação

No mês do Dia do Amigo, discutir o marketing de indicação é importantíssimo para garantir novos clientes. Saiba como!

Você já parou para pensar no poder da indicação para um negócio? Seja de forma espontânea por conta de um bom serviço, ou por meio de uma promoção, o marketing de indicação é uma das formas mais eficientes de conseguir novos clientes. No entanto, o bom e velho “boca a boca”parece ter sido esquecido por muitas empresas. Considerando que que neste mês temos o Dia do Amigo, parece a oportunidade perfeita para você investir nesse tipo de ação. Quer uma ajuda? Vem com a gente!

Você sabia?

Segundo a Harvard Business Review, clientes que são indicados têm uma tendência maior à retenção do que clientes que chegaram por meio de outros canais de vendas.

Os primeiros passos

Para garantir que sua empresa seja indicada você precisa, primeiramente, fazer o básico: oferecer um serviço de qualidade. Lembre-se que clientes satisfeitos indicam, mas os insatisfeitos também vão se encarregar de contar aos amigos a experiência negativa.

Embora esse seja o objetivo final, você não precisa ser a empresa que tem os clientes mais satisfeitos do planeta para o seu programa de indicações te dar retorno. Você precisa saber identificar os clientes mais satisfeitos no momento. Você consegue ter essa mensuração através do método NET Promoter Score (NPS), assunto abordado no livro “A Pergunta Definitiva:  Você nos Recomendaria a um Amigo?

A principal pergunta para mensurar o nível de satisfação do cliente, baseada nesse método é a famosa: “De 0 a 10, qual a probabilidade de você indicar nossa empresa a seus amigos?”. Essa é uma maneira de descobrir fãs entre seus clientes de forma rápida, mas você também pode observar quem fala bem nas redes sociais, quem está tendo resultados bastante positivos, quem manda mensagem falando bem, quem já te indicou, entre outras formas.

Marketing de indicação: promoções e açõesDesigned by jcomp / Freepik

Faça por merecer a indicação

Já falamos do serviço de qualidade, mas existem outros fatores que devem ser analisados para que sua marca pareça “indicável”. Faça uma análise sincera de como ela se apresenta. Isto é: sua empresa está bem rankeada no Google? Como está a aparência e o conteúdo das suas redes sociais?

Essas são algumas das perguntas que você deve fazer a si mesmo para continuar em constante evolução. Lembre-se que tudo isso contribui para o fortalecimento da autoridade da sua marca nas redes e, consequentemente, para a indicação.

Na prática

Defina as regras da sua ação de marketing de indicação. Quem pode participar? Qual será a recompensa? Ambos os envolvidos ganham com isso? É importante considerar que nem sempre basta só colocar um prêmio bom e tudo vai acontecer. A recompensa deve se encaixar no seu custo de aquisição de clientes (CAC), isto é, o quanto um negócio está investindo para conquistar cada novo cliente. Você pode calculá-lo da seguinte forme:

CAC = Soma dos investimentos / Número de clientes adquiridos

Por exemplo, se você der um prêmio caro e muito desejado, isso pode atrair pessoas que estão interessadas somente nele e não em criar um relacionamento com a sua empresa e se tornar um cliente fixo.

Pense em prêmios que gerem valor ou facilitem a vida das pessoas, como upgrades de pacotes ou serviços, acessos e conteúdos exclusivos, e por aí vai.

Marketing de indicação: Dia do AmigoDesigned by pch.vector / Freepik

Como fazer dar certo?

Você precisa lembrar o seu cliente de que ele pode participar de um programa de indicações. Tenha a visão de fazer esse lembrete nos momentos que identificar uma maior satisfação por parte dele.

Você sabia?

89% dos clientes satisfeitos estão dispostos a indicar, porém, somente 29% o fazem. Isso ocorre porque eles não são encorajados a isso.

Fonte: Referral Candy

Invista em métricas para medir o seu sucesso com os clientes

São elas:

    • Taxa de penetração: Do total de clientes ativos que você tem atualmente, quantos indicaram alguém? 
    • Indicações per capta: Quantas indicações vieram de clientes que tem o costume de indicar sua empresa, ao longo de um determinado período?
    • Indicações recebidas: cálculo de novos leads que surgiram com o programa de indicação.
    • Taxa de conversão: Quais dessas indicações converteram em vendas?

Esperamos que com essas dicas você consiga identificar se está pronto para investir no marketing de indicação e, caso esteja, como agir nesse cenário e como medir o seu retorno.

Estamos aqui para te ajudar!

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre um Brandbook

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts recentes

Categorias

Tags

Entre em contato

    Conecte-se

    Assine a nossa newsletter

    Assine a nossa newsletter e fique por dentro do mundo do marketing digital

      Nascida no Rio de Janeiro, somos uma empresa especializada em vendas pela internet e um dos nossos principais pilares é a humanização das relações com os clientes.

      Onde estamos:
      Av. das Américas, 500 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22640-904.