Use e Abuse do Planejamento Estratégico

Marketing Estratégico e Planejamento

Todo empreendedor, iniciante ou mais experiente, já se perguntou um dia: o que é planejamento estratégico? Mesmo que de forma global você saiba o que significa, provavelmente já deve ter se perguntando o que exatamente essas duas palavras querem dizer e porque são tão importantes no mundo dos negócios.

O planejamento estratégico nada mais é do que uma rota, que tem como objetivo ajudar a empresa a navegar em determinado mercado. Pense nos concorrentes, clientes insatisfeitos e flutuação no valor de moeda estrangeira como perigos no caminho de uma empresa. O planejamento estratégico vai ajudar sua empresa a continuar operando de forma mais segura por todos esses percalços.

Existem várias metodologias para implantação de Planos Estratégicos no mercado. Nossa intenção com esse post é que você consiga responder à pergunta “o que é planejamento estratégico?” sem esforços, e tenha uma noção inicial de onde começar. Vamos lá?!

IDENTIDADE ORGANIZACIONAL

A etapa de elaboração da identidade organizacional é importante para que sua empresa saiba para onde vai nos próximos anos. Toda vez que uma decisão importante precisar ser tomada a identidade organizacional norteará sua linha de pensamento. E mais: os objetivos estratégicos e metas serão balizados na visão organizacional. Portanto, essa etapa é crucial.

Missão

A missão é o motivo da existência de sua empresa. Pense nela como: “por quê existimos?” Se você conseguir responder a essa pergunta terá a missão da sua empresa documentada. Quer um exemplo? A missão da Siga o Rastro é a seguinte: “Encurtar o caminho para o sucesso ao conectar novos empreendedores a experientes mentores de forma simples”.

Missão da Startbucks: inspirar e nutrir o espírito humano – uma pessoa, um copo e um bairro de cada vez.

Visão

A visão é o norte, o resultado a ser atingido no horizonte de tempo estabelecido no seu planejamento. Pense na resposta para a seguinte pergunta: onde estaremos daqui a 5 (ou x) anos? Uma dica é: a visão deve ser desafiadora, mas não deve desmotivar seus colaboradores. Outro ponto importante é que ela tenha um limite de tempo estabelecido previamente.

A visão da Siga o Rastro é: “Impactar positivamente o negócio de 100 mil empreendedores de língua portuguesa e espanhola até julho de 2016”.

Negócio

O negócio é definido como a atividade-chave da sua empresa, a forma como ela ganha dinheiro. Parece simples defini-lo, mas é muito importante que você consiga explica-lo rapidamente.

Quer um exemplo? O negócio da Siga o Rastro é intermediação de consultorias. Se fizermos online, ou trocando cartões entre pessoas, o negócio continua o mesmo. A internet é um meio, não faz parte do negócio em si.

Valores

Os valores são os balizadores de todas as decisões tomadas dentro da empresa. Normalmente não são escolhidos mais do que 5 valores, para que seus colaboradores consigam lembra-los.

 

PLANO ESTRATÉGICO

Uma vez estabelecidas as diretrizes da empresa, é hora de pensar em como a visão será atingida. E isso começa pelo Plano estratégico! Veja abaixo os principais componentes:

Análise do ambiente

O objetivo da análise do ambiente é observar o mercado, seus concorrentes, e também sua estrutura interna, comparada a tudo isso. Você já deve ter ouvido falar na análise SWOT ou FFOA (Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças). Esta é apenas uma forma de se fazer: aproveite-se de todos os dados que tiver, revisite seu Plano de Negócios, sua pesquisa de mercado inicial para saber seu diferencial e como posicionar seu produto/serviço. Isso é muito mais importante do que a metodologia a ser escolhida.

Objetivos

O planejamento estratégico é traduzido em objetivos estratégicos, para que tudo faça sentido. Os objetivos devem estar ligados ao negócio principal, focados em resultados, e acima de tudo, muito claros na sua redação: “tomar 30% do mercado onde atuamos” ou “aumentar em 25% o faturamento anual”.

Cuidado com objetivos relacionados a processos: “apresentar 30% a mais de propostas de serviço”. Apesar de quantificável, este objetivo não será necessariamente convertido em resultado se 5% das propostas forem aceitas, ou seja, ele não gerará necessariamente ações que levem a um bom resultado.

PLANO TÁTICO E OPERACIONAL

O plano estratégico é amplo, e precisa ser desdobrado em ações menores, mais paupáveis. Para isso os planos tático e operacional são elaborados. Eles devem ser coerentes à estratégia da empresa, e dar uma noção aos colaboradores do que é preciso ser feito para alcançar a estratégia.

Metas

As metas são ações pontuais, ou seja, desdobramentos da estratégia da empresa. Assim como o objetivo, elas devem ser mensuráveis e devem ter responsáveis claros. Por exemplo: uma possível meta para o objetivo de “aumentar em 25% o faturamento anual” seria “montar um time de 5 vendedores”, estando esta meta sob responsabilidade do Diretor de Vendas.

Cada objetivo estratégico deve conter suas metas, e não há um número prescrito de metas por objetivo. A dica é a seguinte: olhe para todas as metas estabelecidas e pergunte a si mesmo se o objetivo está sendo alcançado.

Por exemplo: além de montar o time de 5 vendedores, eles precisarão receber treinamento específico, devem ser cobrados progressivamente pela performance em vendas. Ao longo do ano, o faturamento acumulado tem de chegar aos 25% estipulados no exemplo. Veja que somente encontrar 5 bons vendedores não garante o objetivo de aumento do faturamento.

VALIDAÇÃO DOS RESULTADOS

Depois de tudo o que escrevi acima, a última etapa para responder o que é planejamento estratégico é aferir e validar todos os resultados. Você provavelmente já ouviu a frase de Peter Drucker: o que não é medido não é gerenciado. Portanto, quantifique em números como atingir seus objetivos!

Indicadores

Indicadores são métricas com as quais você pode mensurar o quão longe está de atingir a meta estipulada. Por exemplo: um possível indicador para a meta de faturamento seria % de aumento no faturamento, medido mês a mês. Dessa forma você tem uma ideia de quanto precisaria para atingir o acumulado anual, e pode tomar as ações rapidamente.

Indicadores de Resultado x Indicadores de Processo

Vale a pena discutir o conceito de indicadores de resultado e indicares de processo. Repare que uma das metas que estipulamos no exemplo acima seria o treinamento dos vendedores. Apesar de importante, essa meta (e um possível indicador, como % de vendedores treinados) reflete um processo interno, e não o resultado em si.
O indicador que reflete a meta mais fielmente seria o % de aumento mensal no faturamento.

E para finalizar …

Queremos com esse post, além de elucidar respostas para que você compreenda o que é planejamento estratégico, destacar a importância da elaboração de um bom planejamento estratégico.

Uma das falhas mais frequentes que causam mortalidade de muitas startups é a miopia estratégica, ou seja, a falta de capacidade (ou costume) dos fundadores de projetar o futuro e como se comportar diante dele. Portanto, não caia na armadilha de trabalhar “apagando incêndios” pensando somente em tarefas diárias!