9 Fakes da Internet que Você Ainda Acredita

#

A R&D separou 9 fotos da internet que muita gente acredita mas que na verdade são fakes. Apesar de saber que muita coisa se propaga rapidamente na internet e muita gente acredita, sempre tente levar uma segunda opinião em consideração, ou até mesmo pesquisar o verdadeiro fato por trás daquela postagem ou foto que sempre se torna viral na rede. Esses exemplos abaixos são perfeitos para ilustrar porque não devemos acreditar em tudo que aparece no Facebook ou nos blogs da web.

 

1. Avião nos anos 60

Adoramos romantizar os tempos passados das viagens aéreas. E sim, em alguns aspectos os voos comerciais eram mais luxuosos. Mas aqui no século 21 frequentemente esquecemos dos preços altíssimos, velocidades baixas e a terrível discriminação das linhas aéreas de ontem.

A foto acima supostamente mostra “Assentos da Classe Econômica em um Pan-Am 747” nos anos 60. O problema? Não é um avião real. É uma montagem produzida pela Boeing para mostrar como o 747 poderia se parecer.

Sim, prometiam um futuro brilhante para as viagens aéreas. Mas, na verdade, nunca chegamos nem perto disso.

 

 

2. Garoto da chaminé

 

A foto da esquerda supostamente mostra uma criança limpadora de chaminés na virada do século 20. Mas se você acha estranho que ela não use sapato e que a fuligem de chaminé parece que foi aplicada deliberadamente no seu rosto, então você já sabe a resposta: a foto é de 1980.

De acordo com o Getty Images, a foto mostra um garoto de quatro anos de idade de Londres que está vestindo uma fantasia para um concurso local. A foto na direita mostra crianças trabalhadores reais da virada do século 20. Dá para notar uma grande diferença na felicidade delas por estarem trabalhando.

 

 

3. O presidente num alce

Theodore Roosevelt foi o presidente dos Estados Unidos no começo do século 20, entre 1901 e 1909. Ele era conhecido por ser durão, um representante do ideal americano de masculinidade. Mas é verdade que ele montou em um alce?

Não. A foto composta acima era parte de uma colagem feita pela imprensa para a campanha presidencial de 1912. Roosevelt era candidato como membro do Partido Progressista, que tinha como mascote um alce – e isso explica a origem da montagem. Seus concorrentes também estrelaram montagens com o mascote dos seus partidos – o candidato à reeleição à presidência dos EUA, William Taft, apareceu montado em um elefante, mascote do Partido Republicado, enquanto Woodrow Wilson, que saiu vencedor naquela eleição, montou em um burro, símbolo do Partido Democrata.

Seria interessante ver essas representações atualmente – imagine Roosevelt, filiado ao Partido Libertário, montando em um pinguim. Seria demais.

 

 

4. Computador caseiro

A imagem acima mostra um suposto “computador caseiro” futurista da RAND Corporation de 1954. E seria um artefato sensacional de retrofuturismo. Se fosse verdade.

A imagem foi criada durante um concurso de Photoshop feito pela Fark em 2004. E este fake conseguiu uma sobrevida surpreendente. Quando comecei o blog Paleofuture em 2007 costumava receber essa imagem por email como sugestão de leitores bem-intencionados. Atualmente muita gente sabe que é falsa, mas ainda assim ela aparece em alguns lugares como sendo real.

 

 

5. Sobreviventes do Titanic

Sim, apenas três cachorros sobreviveram ao naufrágio do Titanic. Mas não, não eram os três cães da imagem acima.

“Os cães que sobreviveram eram tão pequenos que duvido que alguém tenha notado que eles estavam sendo levados a botes salva-vidas,” explicou o pesquisador Dr. J. Joseph Edgette ao Yahoo News no ano passado.

Dois cães da raça spitz alemão e um pequinês foram os caninos sobreviventes entre os cerca de 12 que estavam a bordo. Infelizmente, os mostrados na imagem acima não sobreviveram.

 

 

6. Robô bibliotecário dos anos 50

Em um primeiro momento, a foto da esquerda lembra um exemplo de automação dos tempos passados – a promessa de ontem para as livrarias do futuro. Mas trata-se de um trabalho de Photoshop, possivelmente criada no século 21.

A foto mostra uma máquina de vendas que distribuía cigarros no Zoológico de Berlim em 1955.

De alguma forma, a verdade por trás desta imagem é ainda mais estranha do que a versão fictícia. De acordo com a legenda no Getty Images: “A máquina agradece consumidores pelo pagamento pelos cigarros, e ao mesmo tempo fornece dicas de direção segura. Acidentes de trânsito eram projetados nos olhos do robô.”

 

 

7. Esta imagem é da Primeira Guerra Mundial

Bem, tecnicamente, esta é uma foto real da Primeira Guerra Mundial. Mas a composição parece perfeita demais para estar no meio de um campo de batalha. Portanto, trata-se de uma imagem composta.

Um fotógrafo australiano chamado Frank Hurley tirou a foto. Ou, para ser mais preciso, as fotos. Ao combinar imagens diferentes – neste caso, os aviões na parte de cima e o campo de batalha abaixo – Hurley criou fotos que falhavam ao representar o que realmente eram as batalhas da guerra.

Ele enfrentou problemas por causa das imagens, e ainda hoje elas são imensamente controversas. Mas ele não apenas criou imagens compostas – ele também fez representações de cenas e outras imagens fabricadas. Ele defendia suas criações fotografias dizendo que elas representavam a guerra muito melhor do que a tecnologia da época poderia capturar. E quase um século depois elas continuam sendo passadas por aí como “reais”.

 

8. Primeira câmera construída

Não, a foto acima, de 1900, não mostra a primeira câmera fotográfica da história, supostamente fotografada pela segunda feita. Nem perto disso.

Pode parecer besteira ter que explicar isso, já que qualquer pessoa com um mínimo de conhecimento em história da fotografia sabe que a tecnologia de fotos vem de antes de 1900. Mas com mais de 1.600 retweets em apenas uma conta do Twitter, obviamente muita gente quer acreditar nisso.

De fato, essa era a maior câmera feita até aquele momento. Mas não foi a primeira.

 

9. A bomba matou o fotógrafo desta foto

A nossa última foto mostra uma bomba japonesa explodindo em um navio dos EUA em 1942 – uma bomba que supostamente matou o fotógrafo que capturou a imagem. Não é verdade.

Sim, a foto incrível foi tirada por um valente fotógrafo americano que documentava a Batalha das Ilhas Salomão Orientais em 24 de agosto de 1942. Mas esta bomba em particular causou um dano mínimo, e o homem que fotografou não se machucou. Esta informação falsa, no entanto, não pode ser atribuída à internet. Aparentemente a foto recebeu essa informação inapropriada quando foi arquivada pelo Exército dos EUA.

Um fotógrafo chamado Robert Frederic Read morreu naquele dia, junto com outros 37 homens que estavam no navio. Mas ele não foi o responsável por tirar esta foto.

___

 

Você já tinha visto algum destes? Agora mostre pros seus amigos pra não caírem nos fakes da internet.

Posts relacionados

Comments (2)

Muito Bom

🙂 Obrigada!

Leave a comment